Descritivos para páginas de produto
Redação

Como os descritivos das páginas de produto podem melhorar a experiência de compra

Melhorar a experiência de compra do cliente tem sido o grande desafio para maioria dos e-commerces do país. Graças ao avanço da tecnologia e a fatores como a popularização da internet e a ascensão da classe média, cada vez mais pessoas realizam compras pela internet, o que tem forçado os lojistas a se reinventarem para atender a clientela.

Para se ter uma ideia, segundo pesquisa realizada pelo Ebit neste ano, houve um crescimento de 23% nas vendas da última Black Friday em comparação com a do ano anterior. A perspectiva é que esse número cresça cada vez mais e obrigue os comércios eletrônicos a fidelizarem a relação com os seus clientes em todo ambiente virtual.

E entre todos os elementos de um site que podem tornar a experiência de compra mais satisfatória para um comprador, os descritivos para as páginas de produtos é a que merece mais atenção. Além de estar alocada na etapa final da jornada de compra, ela é a responsável por transmitir toda informação sobre a mercadoria que o cliente quer comprar.

Outro fator crucial para voltar os olhos para a esse item, é o alto poder de indexação que ele tem com o Google. Uma página com conteúdo bem elaborado e que atenda às boas práticas de SEO tem mais chances de alcançar as primeiras colocações na SERP.

Veja também: Tudo que você precisa saber sobre a criação de anúncios de produto para o seu site

Fale daquilo que o cliente realmente quer saber

Existem milhares de sites diferentes no mundo todo e todos eles contam com milhares de páginas de produto que, na maioria das vezes, oferecem uma única coisa em comum: um conteúdo genérico que fala apenas sobre o produto. Mesmo as páginas mais elaboradas acabam enchendo a tela de informações que não respondem aos anseios da persona e acabam se tornando “mais do mesmo” num conglomerado de ofertas disponíveis na web.

Outra ação que deve fazer parte da sua estratégia de conteúdo é oferecer um descritivo que diga não apenas qual é o material do produto, mas, por exemplo, para que ele serve, com que ele combina e como ele pode ser utilizado da melhor forma.

São questões como essas que prendem o comprador na página e o influenciam diretamente na decisão da compra. Além de construir um conteúdo completo e de qualidade, é muito importante que todo o material diga a verdade sobre o item. Se convencer o cliente a comprar o produto requer um esforço considerado, imagine o quanto deverá ser difícil convencer um cliente decepcionado.

Trabalhe os descritivos das páginas do produto

Os mesmos milhares de sites com seus milhares de produtos estão todos os dias disputando a primeira página do campo de busca do Google. De acordo com uma pesquisa da Hubspot realizada no ano passado, 75% das pessoas que fazem pesquisas sobre algum produto no buscador não clicam em nenhum link da segunda página. Isso tornou a SERP um ambiente de concorrência acirrada em busca de audiência para sites.

E é nessa ocasião que estratégias de tráfico pago e orgânico são aplicadas para tornar a loja mais competitiva na internet.

No que diz respeito à página de produtos, o conteúdo é o elemento mais importante a ser trabalhado para se conseguir um trafego orgânico. Isso porque cada título, frase e imagem, precisa estar alinhada as boas práticas de SEO para que os robôs do Google possam fazer a leitura do material e então atribuir uma posição de importância para sua página no ranking da SERP.

Dados técnicos como H1, H2 e H3 do texto, junto a um informativo objetivo com palavras-chave de cauda longa e cauda curta precisam seguir à risca algumas regras. Outro ponto de extrema importância é pensar sempre no “mobile first” e desenvolver conteúdos responsivos para que os seus futuros clientes possam localizar o seu site por meio de buscas feitas em tablets e smartphones.

Capriche nos vídeos, fotos e outros elementos gráficos

Conteúdo escrito é importante para passar informação e também ajudar na indexação das páginas de produto, porém não é a única estratégia ser tomada. Para encantar o cliente é preciso trabalhar mais o conteúdo visual. O comprador, muitas vezes, não dispões de muito tempo para ler um descritivo completo. No caso dos compradores que utilizam smartphones, o tempo de audiência que eles proporcionam é o mesmo tempo que eles têm enquanto esperam por ônibus ou aguardam um por uma propaganda na TV.

Por isso, investir em fotos intuitivas e vídeos criativos faz toda diferença na hora da decisão de compra. Além de criar um conteúdo original que ninguém tem, sua página irá dialogar com o cliente de uma forma mais dinâmica e direta.

Um ponto importante a ser destacado é o design dá página que deve ser totalmente intuitivo. Layouts confusos não passam informação e ainda cansam o cliente durante o curto período em que ele permanecer na página. Por isso, trabalhe bem nesta estrutura.

Gostou do conteúdo? Então clique no menu abaixo para ver outros materiais relacionados e aprimore a sua estratégia digital. Aproveite também e curta as nosso Instagram para ficar por dentro das principais novidades no mundo do e-commerce!

Curtiu? Comenta aí!

Escreva aqui...